Home » A Nossa Obra, Obras em curso importantes

PORTUGAL: Movimentação de terras e drenagem transversal no Lote 2 do Pinhal Interior

28 Abril 2011 No Comment

Naquele que é o maior empreendimento rodoviário do ambicioso pacote de concessões lançado pela Estradas de Portugal, a Mota-Engil Engenharia avança com os trabalhos de movimentação de terras e drenagem transversal no Lanço Avelar Norte/Condeixa do IC3, respectivo ao Lote 2 da Concessão do Pinhal Interior. Com um valor de mais de 54 milhões de euros, este troço, terá um comprimento de 16,1 km, dando continuidade ao lanço IC3 – Avelar Sul/Avelar Norte e sendo continuado pelo lanço do IC 3 – Condeixa/Coimbra (IP3/IC2). Nesta empreitada específica estão contemplados dois novos Nós de tipo trompete (de Penela e com a EN342), três Viadutos e duas Pontes. O projecto prevê ainda a construção de 21 obras de arte correntes (oito passagens superiores, cinco inferiores, seis agrícolas e duas hidráulicas). De um modo geral, os trabalhos contemplados no Lote 2 são os seguintes: Terraplenagem; Drenagem; Pavimentação; Obras Acessórias; Equipamentos de Sinalização e Segurança; Obras de Arte Correntes; Obras de Arte Especiais; e Serviços Afectados. De sublinhar que para além desta empreitada, a Mota-Engil Engenharia é também responsável pela execução dos Lotes 3 (IC3 – Condeixa/Coimbra [P3/IC2]); 4 (IC3 – Avelar Sul/Avelar Norte); 7 (IC8 – Proença-a-Nova/Perdigão); 9 (EN238 – Cernache do Bonjardim/Sertã [IC8]); 10 (EN238 – Sertã/Oleiros); 13 (IC8 – Pombal/Ansião); 16 (EN2 – Vila do Rei/Sertã [IC8]); 17 (EN238 – Ferreira do Zêzere/Cernache do Bonjardim); 19 (IC8 – Pombal/Carriço [A17]); 21 (IC8 – Sertã/Proença-a-Nova); e 22 (EN2 – Vila de Rei/Abrantes). O custo total dos trabalhos dos 12 Lotes ascende a mais de 410 milhões de euros, com a maior fatia a pertencer a Obras de Arte Especiais (252 milhões de euros) e Obra Geral (cerca de 163,5 milhões de euros). A Concessão do Pinhal Interior abrange 22 concelhos em quatro distritos e tem 567 km, 173 dos quais de construção de novos lanços, sendo 80 com perfil de auto-estrada. O projecto contempla também 134 km de vias a requalificar, incluindo a variante de Tomar (IC3), os troços do IC8 entre Pombal e Ansião e entre Pedrógão Grande e Sertã, integrando ainda a manutenção e exploração de 259 km de estrada já em serviço. Como quantidades relevantes desta obra destacam-se os 16.547 m de Pontes e Viadutos, 78 e 85 Passagens Superiores e Inferiores, respectivamente, 2256 m de Túneis, 44 milhões de m3 de Escavações/Aterros, quase 2 milhões de t de tout-venant (ABGE), cerca de 1,5 milhões de t de Pavimentação Betuminosa e 685 mil m de Drenagens (Valetas).